Tuesday, March 06, 2007

Inserção Social vale a pena?


A Reunião desta quinzena reuniu pessoas das mais variadas para discutir o tema sobre inserção social.

O tema surgiu da necessidade de levar até as autoridades, demandas sobre o assunto para que possamos gerar ações efetivas para quem quer enquadrar-se nos moldes sociais mais básicos.

Em primeiro lugar, discutimos quanto o reconhecimento da nossa identidade seria importante para diminuiçaio do preconceito e uma maior igualdade de direitos, fora o fim dos constrangimentos. Algumas das trans presentes, citaram o reconhecimento do nome social como uma solução urgente.

Outra estratégia citada foi o estabelecimento de parcerias com Empresas Abertas à Diversidade, apesar de sabermos que hoje, ainda se considera diversidade apenas alguns gays e lésbicas, não tendo ainda abertura para as questões de gênero. Ainda assim, é hora de preparar estas empresas pré-dispostas à questão da diversidade, para que acolham travestis e transexuais no seu quadro de funcionários.

Outras ações citadas foram a sensibilização, que ainda é uma das formas de se conscientizar o empresário, os demais empregados e os cidadãos em geral a respeito das diversas identidades e sexualidades, e também a intervenção em departamentos de RH, para que possam entender como lidar com a questão Trans e darem suporte muito além do preconceito.

De qualquer forma, inserção social não é apenas dar acesso ao mercado de trabalho, mas dar oportunidade ao cidadão e a cidadã viver com o mínimo de dignidade sua vida dentro da sociedade, como parte integrante dela, tendo acesso livre à saúde, educação, ao mercado de trabalho, à moradia, à segurança e principalmente tendo seus direitos respeitados e suas necessidades atendidas.

Numa visão geral, chegamos a conclusão que travestis e transexuais carecem em todas estas áreas. E enquanto não encararmos a coisa de forma séria e ampla, nada vai mudar. Espero contarmos agora com a boa vontade daqueles que pretendem realmente fazer a diferença.

Beijos,

1 Comments:

Anonymous Ricardo Rocha Aguieiras said...

Bom Dia!
Estou tentando desde o início da semana um contato com vocês , pois recebi um email enviado à LIstas GLSBTT que participo falando da reunião o Quinta Trans, lá na Rua Bento Freitas. Tenho tentado um contato mas sem nenhum sucesso no fone de informações que deixaram no email, que é o da Associação da Parada, mas me informam que ninguém está lá para informar, então não sei o que faço... risos... por favor, me orientem: Eu e um amigo estamos criando em São Paulo um novo grupo de luta homossexual e uma das nossas primeiras propostas é entevistar e filmar travestis e suas mais variadas profissões, creio que é um segmento muito estigmatizado da nossa sociedade, talvez o mais e gostariamos de atuar com uma abordagem diferente das ongs, algo mais inovador. não quero ir diretamente lá no Qunta Trans , pois não quero parecer invasivo, por isso tenho ligado para pedir uma autorização, queria muito conversar com vocês. Por favor, se puderem entrem em contato comigo:
Ricardo
11 3661-1312
Obrigado e sucesso sempre!
aguieiras2002@yahoo.com.br

9:58 AM  

Post a Comment

Links to this post:

Create a Link

<< Home